Fichamento 2 - Gestão de Tecnologia na escola - Maria Elizabeth B. de Almeida

ALMEIDA, Maria Elizabeth B. de. Gestão de Tecnologia na escola. Série “Tecnologia e Educação: Novos tempos, outros rumos” – Programa Salto para o Futuro, Setembro, 2002. As tecnologias de informação e comunicação na educação, outrora, vieram como colaboradora para inovar e facilitar o seu papel administrativo e foi se integrando as atividades pedagógicas no decorrer do tempo. A educação tem um papel dinâmico e de acordo com as necessidades que ocorrem na sociedade ela precisa se atualizar. A nossa realidade de educação ainda está distante de uma parceria colaborativa com o uso das TIC. Lendo e refletindo o texto de ALMEIDA (2002), percebemos que na prática ainda temos muitos enfrentamentos diante do uso das TIC na educação, embora, esta faça parte da nossa realidade educacional a mais de uma década. Ampliando as TIC na modalidade do uso da internet (sites, bloggs, facebook e outras janelas) como ferramenta que sendo utilizada com planejamento poderá enriquecer as atividades administrativas e pedagógicas e colaborar para uma gestão escolar democrática onde todos os autores que fazem parte da comunidade escolar possam ter a oportunidade de participar, seria mais um veículo de informação e comunicação que juntando aos demais: coletivas, reuniões de pais e comunidade, murais, comunicados, bilhetes, uso de datashow, televisão, vídeos, etc, contribuirão para o sucesso do trabalho em equipe, anseio da conquistada Gestão Democrática, tão aspirada por nós educadores. Nossos entraves ainda são muitos e cada escola cria caminhos diferentes diante desse enfrentamento, não podemos desconsiderar que o olhar e ação de cada profissional é muito importante para trabalho colaborativo. Ressaltamos que o trabalho colaborativo/grupo conta com participantes que é um ser histórico-social, que traz consigo formação e ideias que nem sempre é fácil de serem desconstruídas e reestruturadas em prol de um objetivo comum. No entanto, é considerável a dificuldade da relação entre a tecnologia e a educação, pois muitos profissionais ainda resistem em aderir às novas modalidades de interação de ensino/aprendizagem. Haja vista os medos e dificuldades elencadas por nós na apresentação desse curso de formação. Mas, para aquele que permitem experimentar o novo possivelmente será um multiplicador e incentivador dos percalços seja positivo e/ou negativo. A nossa aproximação com a tecnologia de informação e comunicação como aliada em nosso fazer pedagógico enriquecerá nossas atividades e nos permitirá superar desafios, como o que já estamos superando: formação continuada à distância com uso efetivo da internet, criação e manutenção de blogger, são passos importantes diante do uso da TIC na educação. Contudo, o gestor tem papel importante como disseminador da cultura do uso das TIC no âmbito escolar, de modo simples, a comunicação poderia também inclusive ocorrer por meio de e-mails para: lembretes, divulgação de eventos, mensagens de motivação, pauta de planejamento, etc. Observa-se que em muitas escolas ainda não existe efetivamente esse canal de comunicação. Com a implementação da gestão democrática compartilhada surge a necessidades da participação de toda comunidade escolar nas decisões e ações e para facilitar esse processo o uso da tecnologia da informação e comunicação é de relevante importância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário